SCRIPTUM ''O QUE ESTÁ ESCRITO...'' PORQUE É NA PALAVRA ESCRITA QUE TUDO SE PERPETUA, GRAVA E REGISTA!:)



segunda-feira, maio 26, 2003 :::
 
SADDAM HUSSEIN TRAÍDO PELO CHEFE DA GUARDA REBUBLICANA
Maher Sufiane al-Tikriti terá ordenado às tropas que não defendessem Bagdad, após um acordo com os EUA
Saddam Hussein foi traído pelo chefe da Guarda Republicana especial, o seu primo Maher Sufiane al-Tikriti, que ordenou às tropas que não defendessem Bagdad, após um acordo com os norte-americanos, noticiava ontem o semanário francês "Journal de Dimanche".
As forças norte-americanas anunciaram em 8 de Abril, véspera da queda de Bagdad e já com o aeroporto militarmente controlado, a morte de Maher al-Tikriti, que era adjunto de Qussai, o filho mais velho do deposto presidente iraquiano. Para esta informação, o "Journal de Dimanche" baseou-se em declarações recentes de um dos responsáveis pela defesa de Bagdad, o general Mahdi Abdallah al-Duleimi, à estação francesa France 2. «Naquela altura (em 4 de Abril, tomada do aeroporto), já tínhamos perdido o controlo de Bagdad. Pedimos então ordens ao general Sufiane al-Tikrit: elas eram de não combater e de retirarmos», explicou al-Duleimi.
O jornal garante, citando uma «fonte iraquiana», que o general al-Tikriti tinha há cerca de um ano antes «feito um acordo» com os norte-americanos, assegurando-lhes que os 100.000 soldados da Guarda Republicana não combateriam. O general terá sido transportado em 8 de Abril, com a sua família, num avião C-130 e «no maior segredo», para uma base norte- americana. A notícia da sua morte era, portanto, falsa.
O "Journal de Dimanche" cita mais deserções, nomeadamente a de um outro parente de Saddam Hussein, Ali Abdel Rachid al-Tikriti, que «informava os norte-americanos sobre as movimentações do exército iraquiano», e a do comandante dos Fedaínes de Saddam.
O semanário alude também ao caso de um oficial do Palácio presidencial que «vendeu» aos norte-americanos duas informações sobre a localização de Saddam Hussein: na noite de 19 para 20 de Março (início da guerra), e em 7 de Abril, no bairro al-Mansur. Nos dois casos, os norte-americanos bombardearam os locais referenciados, mas o presidente iraquiano escapou ileso. O oficial foi liquidado.
Segundo o "Journal de Dimanche", estas deserções «explicam o porquê de o secretário da Defesa, Donald Rumsfeld, sempre ter afirmado que os iraquianos não combateriam», mas evidenciam também que «o derrube do regime de Saddam Hussein estava programado, não passando de diversão os debates na ONU».
Japão quer conferência sobre reconstrução do Iraque
O primeiro-ministro japonês, Junichiro Koizumi, advogou a realização de uma conferência internacional sobre a reconstrução do Iraque, salientando que a paz é «a chave da estabilidade» na região, noticiou ontem o jornal saudita Asharq Al- Awsat. «O governo japonês considera necessário a realização de uma conferência internacional, em que participem muitos países e organizações, para ajudar à reconstrução do Iraque», declarou Koizumi, reclamando para a Organização das Nações Unidas (ONU) um papel activo nessa conferência.
Na avaliação do chefe do governo japonês, que chega hoje à Arábia Saudita no âmbito de uma viagem ao Próximo Oriente, «a paz no Médio Oriente é a chave da estabilidade nesta parte do mundo».
«Temos agora uma grande oportunidade para fazer avançar o processo de paz no Médio Oriente», assinalou, acrescentando que este será um dos temas a debater com os responsáveis políticos da Arábia Saudita.






::: posted by Sandra at segunda-feira, maio 26, 2003



domingo, maio 25, 2003 :::
 
NÍVEIS DE AR O OZONO PREOCUPAM QUERCUS
A Quercus está preocupada com a poluição do ar e também com os níveis de ozono, ameaçando fazer uma queixa a Bruxelas contra Portugal por violação das leis europeias do ar e do ozono que podem pôr em causa a saúde pública.

Segundo a associação ambientalista o Ministério do Ambiente informa o público apenas durante a semana e se algum episódio de alerta ocorrer fora de horário de expediente, como aconteceu terça-feira em Lisboa, o Ministério do Ambiente não tem técnicos disponíveis para actuar. A questão é que segundo a lei é obrigatório informar o público sobre a poluição por ozono, quando é atingido um valor que possa provocar efeitos na saúde mesmo em caso de exposição de curta duração. Por isso a Quercus ameaça que se não houver informação à população "24 Horas por dia", a queixa segue mesmo para Bruxelas.

Em causa estão as medições de quinta-feira ao fim da tarde, da qualidade do ar de Setúbal e de Santiago do Cacém que registaram uma concentração de ozono que ultrapassou o limite, o que obriga por lei à informação às populações. Contudo essa situação só foi comunicada hoje.

Peremptório Helder Spínola da Quercus diz que a associação vai "dar uma semana ao novo ministro do Ambiente para resolver a situação. Depois enviamos uma queixa a Bruxelas. Não há um acompanhamento dos índices de qualidade do ar. De um ponto de vista de saúde pública esta situação é preocupante".


::: posted by Sandra at domingo, maio 25, 2003



quarta-feira, maio 21, 2003 :::
 
F.C.PORTO HONROU PORTUGAL

O F.C.Porto despertou hoje, sem qualquer sombra de dúvida, o orgulho em todos os portugueses, independentemente da sua cor clubística, ao conquistar a Taça UEFA num jogo emocionante até aos últimos instantes, mas com a merecida vitória dos Dragões.
Foi no Estádio Olímpico de Sevilha que os portistas venceram o Celtic de Glasgow por 3-2 numa partida bastante disputada, sendo já no período de prolongamento que Derlei decide o destino da Taça UEFA deste ano ao marcar o "golo de prata" aos 114minutos do jogo.
O F.C.Porto foi para o intervalo em vantagem levando um golo marcado pelo jogador brasileiro Derlei exactamente no final da primeira parte, superioridade esta que logo no início da segunda parte se transforma em igualdade quando o escocês Larsson, o melhor marcador do Celtic deste ano, faz um remate aparentemente inofensivo, mas que foi mesmo golo. Aos 51 minutos, Alenitchev fez o 2-1 para o F.C. Porto, mas Larsson viria a consumar novo empate aos 56 minutos. Estando as duas equipas em igualdade foi necessário o prolongamento, a meia hora que fez bater mais forte muitos corações, mas teria de ser Derlei que marcou o primeiro golo da partida, a cessar em grande este jogo marcando o terceiro golo dos dragões que tudo resolveu.
Este foi um jogo histórico não só para os portistas, mas também para todos os portugueses e o F.C.Porto está de parabéns pois fez questão de trazer para o nosso país a Taça UEFA, troféu este que nenhum clube português jamais havia conquistado.
Madalena Barbosa





::: posted by Madalena at quarta-feira, maio 21, 2003


 
COREIA AMEAÇA
Relações entre Pyongyang e Seul comprometidas
A Coreia do Norte avisou ontem que cortará todas as ligações com a Coreia do Sul se esta optar por uma «confrontação» que poderá conduzi-la a um «desastre abominável».
Esta foi a primeira reacção da Coreia do Norte à cimeira da semana passada entre os Estados Unidos e a Coreia do Sul.
«Se o Sul escolher o caminho da confrontação, no que respeita chamada questão nuclear ou a medidas suplementares, os laços norte- sul voltarão à estaca zero», afirmou Pak Chang-Ryon, chefe da delegação norte-coreana nas discussões económicas que se iniciaram ontem em Pyongyang entre os dois países vizinhos.
«O Sul - acrescentou - deve lembrar-se de que poderá ter de enfrentar um desastre abominável».
Esta foi a reacção oficial de um responsável norte-coreano após cimeira entre os presidentes norte-americano, George W. Bush, e sul- coreano, Roh Moo-Hyun, na semana passada, em Washington.
Os dois responsáveis reafirmaram numa declaração comum o seu empenho em encontrar uma solução pacífica com Pyongyang, sublinhando que não tolerarão armas nucleares na Coreia do Norte.
Bush e Roh advertiram ainda que «medidas suplementares» serão adoptadas, se a crise se agravar.


MILITARES FRANCESES CHEGAM A BUNIA
Confrontos entre duas etnias rivais fazem 231 mortos
Uma equipa de oficiais do exército e da marinha franceses chegou ontem a Bunia, na República Democrática do Congo (RDCongo), para avaliar a possibilidade do envio de tropas e pôr termo aos confrontos entre duas etnias rivais.
Os militares ficam dois dias em Bunia, distrito de Ituri, cujo controlo é disputado há vários anos entre as etnias hema e lendu, mas intensificou-se no passado dia 07, um dia depois da retirada das tropas ugandesas no âmbito do processo de paz para a RDCongo.
Entretanto, o porta-voz da missão das Nações Unidas na RDCongo (MONUC) Hamadoun Toure, afirmou que os voluntários da Cruz Vermelha contaram 231 pessoas mortas desde o retomar dos confrontos, depois de, só em Abril, o conflito ter provocado 1.000 mortos.


ISRAEL EM ALERTA
Milhares e polícias foram ontem destacados para os centros das cidades
A polícia, o exército e os serviços de segurança israelitas estão desde ontem em estado de alerta após os cinco atentados suicidas cometidos desde sábado à noite, que fizeram doze mortos além dos seus cinco autores.
O último desta sangrenta série ocorreu segunda-feira à tarde à entrada de um centro comercial em Afula, no norte de Israel, e matou três pessoas, além do seu autor, apesar do exército ter imposto na véspera um bloqueio total aos territórios palestinianos.
Afula, situada na Cisjordânia, fica a cerca de dez quilómetros a norte de Jenin.
Treze dos feridos continuavam hospitalizados˜ ontem de manhã, estando dois deles em estado «muito grave».
Milhares de polícias foram destacados para os centros das cidades, perto das paragens de autocarros e dos centros comerciais.
Férias e cursos de formação da polícia foram cancelados para haver um máximo de forças no terreno, informou a rádio militar.
O exército reforçou as patrulhas na Cisjordânia para evitar a infiltração de bombistas suicidas.
«Ainda não chegámos ao pico da onda dos atentados terroristas, que vai prosseguir», segundo um alto responsável da área da Defesa citado pela emissora.
Responsáveis do serviço de segurança interna, o Shin Beth, teriam manifestado «frustração», de acordo com a rádio, por não disporem de qualquer informação sobre os atentados suicidas.
E isso apesar do exército israelita ocupar há um ano as cidades palestinianas da Cisjordânia e poder agir praticamente à vontade no terreno.


BUSH E ABBAS ANALISAM "ROTEIRO"
Presidente dos EUA relembra a necessidade de combater o terrorismo
O presidente norte-americano, George W. Bush, sublinhou ontem numa conversa telefónica com o primeiro-ministro palestiniano, Mahmud Abbas (Abu Mazen), «a necessidade absoluta» de combater o terrorismo, indicou o porta-voz da Casa Branca, Ari Fleischer.
Esta conversa, a primeira entre os dois dirigentes, ocorreu após cinco atentados suicidas cometidos em Israel desde sábado, que provocaram a morte a 12 israelitas e fizeram várias centenas de feridos.
Bush e Abbas abordaram igualmente a aplicação do "Roteiro" de paz, elaborado pelos Estados Unidos, União Europeia, ONU e Rússia, que prevê a criação de um Estado palestiniano em 2005.
Durante a conversa «amigável e cheia de esperança», o presidente norte-americano reafirmou o seu empenhamento a favor da criação desse Estado, indicou Ari Fleischer numa conferência de imprensa. «Abu Mazen disse ao presidente que está empenhado no processo de reformas, na paz e que quer pôr fim aos actos de terrorismo», acrescentou.


EMBAIXADOR RITTO DETIDO PARA INTERROGATÁRIO
Jorge Ritto é o sexto detido no âmbito do processo Casa Pia
Jorge Ritto foi ontem detido para ser ouvido no Tribunal de Instrução Criminal (TIC) de Lisboa no âmbito do escândalo de pedofilia na Casa Pia de Lisboa, que levou à prisão preventiva do apresentador de televisão Carlos Cruz, do médico Ferreira Diniz, do advogado Hugo Marçal, o ex-provedor-adjunto da instituição Manuel Abrantes e o antigo funcionário Carlos Silvino ("Bibi").
O embaixador já foi ouvido pela Inspecção-Geral da Saúde (IGS) sobre o alegado recurso ilícito a serviços de análises públicos para despiste de doenças contagiosas em alunos da Casa Pia.
Fonte ligada ao processo disse à Agência Lusa que o relatório da IGS, à qual o embaixador prestou declarações a 25 de Março, seguiu na semana passada para o Departamento de Investigação e Acção Penal (DIAP). O inquérito da IGS foi instaurado a 29 de Novembro de 2002 pela IGS - organismo tutelado pelo Ministério da Saúde - à eventual utilização ilícita do serviço de análises do Hospital Júlio de Matos.
A investigação surgiu depois de uma reportagem da SIC ter divulgado depoimentos de jovens da Casa Pia de Lisboa que afirmavam que, antes de praticarem actos sexuais, eram sujeitos a análises a doenças infecto-contagiosas neste serviço.


PORTAS RECLAMA TER TIRADO MRINHA DA "QUASE PARALISIA"
O ministro da Defesa, Paulo Portas, reivindicou ontem que o Governo de coligação PSD/CDS-PP conseguiu tirar a Marinha portuguesa de um «ambiente de crispação» e de uma quase paralisia.
«Há um ano, o ambiente que se vivia era crispado e as fragatas estavam encostadas por falta de verba. Agora já é possível fazer parar as nuvens e olhar com luz e sol o futuro da Marinha», disse o titular da pasta da Defesa, ao aludir ao programa de reequipamento daquele ramo das Forças Armadas.
Paulo Portas falava em Ílhavo, nas comemorações do Dia da Marinha, presenciadas por cerca de duas mil pessoas.


GOVERNO LANÇA MEDIDAD TEMPORÁRIAS DE EMPREGO
O Governo aprovou ontem um pacote de medidas temporárias de emprego e formação profissional para os trabalhadores em situação de desemprego e inseridos no Programa de Emprego e Protecção Social (PEPS).
No total, foram aprovadas 11 medidas temporárias, que passam pelo formação de desempregados qualificados, pelo alargamento e majoração dos apoios à contratação ou ainda incentivos à mobilidade geográfica e profissional.
Outras das medidas temporárias dizem respeito à redução da taxa contributiva para a Segurança Social no trabalho a tempo parcial, no teletrabalho e no trabalho no domicílio e ao apoio aos trabalhadores em risco de desemprego ou desempregados das empresas em reestruturação, recuperação, reorganização ou modernização.
O apoio à conversão dos contratos de trabalho a termo em contratos sem termo é outra das medidas lançadas pelo Governo.





















::: posted by Sandra at quarta-feira, maio 21, 2003


 
XANANA CRITICA JUSTIÇA E POLÍTICOS
Presidente timorense tece duras críticas à situação em Timor-Leste
Críticas à justiça e à sua xenofobia, aos políticos «pouco adultos», à falta de descentralização do Estado timorense e à grave situação económica de Timor-Leste, marcam o discurso à nação feito hoje pelo presidente da República, Xanana Gusmão.
Foi uma das mais duras intervenções do líder timorense, a marcar o primeiro aniversário da independência de Timor-Leste, em que Xanana Gusmão lamenta a falta de soluções para as carências básicas da população.
Traçando um quadro negro da situação em Timor- Leste, enumera uma longa lista de problemas, que passam pela «pouca comida nas lareiras», pelo fraco escoamento ou venda a desbarato dos produtos agrícolas, e pelos elevados preços dos artigos importados, «um insulto ao poder de compra da população».
«Não há perspectivas de emprego para a camada jovem, as condições legais e infra-estruturais do país não atraem os investidores», sublinha ainda.
Num texto extenso, gravado em português e tetum para transmissão na Televisão de Timor-Leste, Xanana Gusmão analisa alguns dos temas que mais debates têm suscitado ao longo dos últimos meses no país.
Xanana Gusmão relembra que a independência é um processo difícil de gerir» e que só será «consolidado com o tempo», pedindo, por isso, uma «reflexão conjunta» e uma «análise objectiva» dos problemas que enfrentam o país.


BUSH E ABBAS ANALISAM "ROTEIRO"
Presidente dos EUA relembra a necessidade de combater o terrorismo
O presidente norte-americano, George W. Bush, sublinhou ontem numa conversa telefónica com o primeiro-ministro palestiniano, Mahmud Abbas (Abu Mazen), «a necessidade absoluta» de combater o terrorismo, indicou o porta-voz da Casa Branca, Ari Fleischer.
Esta conversa, a primeira entre os dois dirigentes, ocorreu após cinco atentados suicidas cometidos em Israel desde sábado, que provocaram a morte a 12 israelitas e fizeram várias centenas de feridos.
Bush e Abbas abordaram igualmente a aplicação do "Roteiro" de paz, elaborado pelos Estados Unidos, União Europeia, ONU e Rússia, que prevê a criação de um Estado palestiniano em 2005.
Durante a conversa «amigável e cheia de esperança», o presidente norte-americano reafirmou o seu empenhamento a favor da criação desse Estado, indicou Ari Fleischer numa conferência de imprensa. «Abu Mazen disse ao presidente que está empenhado no processo de reformas, na paz e que quer pôr fim aos actos de terrorismo», acrescentou.


COREIA AMEAÇA
Relações entre Pyongyang e Seul comprometidas
A Coreia do Norte avisou ontem que cortará todas as ligações com a Coreia do Sul se esta optar por uma «confrontação» que poderá conduzi-la a um «desastre abominável».
Esta foi a primeira reacção da Coreia do Norte à cimeira da semana passada entre os Estados Unidos e a Coreia do Sul.
«Se o Sul escolher o caminho da confrontação, no que respeita chamada questão nuclear ou a medidas suplementares, os laços norte- sul voltarão à estaca zero», afirmou Pak Chang-Ryon, chefe da delegação norte-coreana nas discussões económicas que se iniciaram ontem em Pyongyang entre os dois países vizinhos.
«O Sul - acrescentou - deve lembrar-se de que poderá ter de enfrentar um desastre abominável».
Esta foi a reacção oficial de um responsável norte-coreano após cimeira entre os presidentes norte-americano, George W. Bush, e sul- coreano, Roh Moo-Hyun, na semana passada, em Washington.
Os dois responsáveis reafirmaram numa declaração comum o seu empenho em encontrar uma solução pacífica com Pyongyang, sublinhando que não tolerarão armas nucleares na Coreia do Norte.
Bush e Roh advertiram ainda que «medidas suplementares» serão adoptadas, se a crise se agravar.


MILITARES FRANCESES CHEGAM A BUNIA
Confrontos entre duas etnias rivais fazem 231 mortos
Uma equipa de oficiais do exército e da marinha franceses chegou ontem a Bunia, na República Democrática do Congo (RDCongo), para avaliar a possibilidade do envio de tropas e pôr termo aos confrontos entre duas etnias rivais.
Os militares ficam dois dias em Bunia, distrito de Ituri, cujo controlo é disputado há vários anos entre as etnias hema e lendu, mas intensificou-se no passado dia 07, um dia depois da retirada das tropas ugandesas no âmbito do processo de paz para a RDCongo.
Entretanto, o porta-voz da missão das Nações Unidas na RDCongo (MONUC) Hamadoun Toure, afirmou que os voluntários da Cruz Vermelha contaram 231 pessoas mortas desde o retomar dos confrontos, depois de, só em Abril, o conflito ter provocado 1.000 mortos.

Embaixador Ritto detido para interrogatório


Pia JORGE RITO É O SEXTO DETIDO NO ÂMBITO DO PROCESSO DA CASA PIA
Jorge Ritto foi ontem detido para ser ouvido no Tribunal de Instrução Criminal (TIC) de Lisboa no âmbito do escândalo de pedofilia na Casa Pia de Lisboa, que levou à prisão preventiva do apresentador de televisão Carlos Cruz, do médico Ferreira Diniz, do advogado Hugo Marçal, o ex-provedor-adjunto da instituição Manuel Abrantes e o antigo funcionário Carlos Silvino ("Bibi").
O embaixador já foi ouvido pela Inspecção-Geral da Saúde (IGS) sobre o alegado recurso ilícito a serviços de análises públicos para despiste de doenças contagiosas em alunos da Casa Pia.
Fonte ligada ao processo disse à Agência Lusa que o relatório da IGS, à qual o embaixador prestou declarações a 25 de Março, seguiu na semana passada para o Departamento de Investigação e Acção Penal (DIAP). O inquérito da IGS foi instaurado a 29 de Novembro de 2002 pela IGS - organismo tutelado pelo Ministério da Saúde - à eventual utilização ilícita do serviço de análises do Hospital Júlio de Matos.
A investigação surgiu depois de uma reportagem da SIC ter divulgado depoimentos de jovens da Casa Pia de Lisboa que afirmavam que, antes de praticarem actos sexuais, eram sujeitos a análises a doenças infecto-contagiosas neste serviço










::: posted by Sandra at quarta-feira, maio 21, 2003



sábado, maio 10, 2003 :::
 
POLÍCIA BRASILEIRA PROCURA FELGUEIRAS
A Polícia Federal do Brasil já está a tentar localizar a autarca Fátima Felgueiras naquele país e será detida, a pedido das autoridades portuguesas, assim que for encontrada, disse ontem à Agência Lusa fonte policial.
Segundo a mesma fonte, Fátima Felgueiras será detida "de certeza absoluta" logo que a Policia brasileira conheça o seu exacto paradeiro.
"A partir daí, Fátima Felgueiras irá defender-se da melhor maneira e será a Justiça brasileira a decidir" o seu futuro, que pode passar ou não pela sua extradição para Portugal, adiantou a fonte.
Segundo a fonte policial, o facto de Fátima Felgueiras ter nascido no Brasil "confere-lhe automaticamente a nacionalidade brasileira". No entanto, sabe-se que "não lhe foi emitido qualquer passaporte ou bilhete de identidade brasileiro", não se excluindo também a hipótese de ter renunciado à nacionalidade brasileira. "É uma "questão em aberto", disse.
A fonte revelou à Lusa que "a ideia de que Fátima Felgueiras podia estar no Brasil começou a ganhar corpo " na passada terça-feira, altura em que foi estabelecida comunicação oficial via INTERPOL entre os dois países.
A confirmação de que Fátima Felgueiras estava no Brasil ocorreu quinta-feira à tarde, quando foi descoberto o seu desembarque no Rio de Janeiro na manhã de dia 06 (terça-feira), pouco depois das 07:00 horas locais.
De acordo com a fonte, Fátima Felgueiras chegou ao Brasil num voo vindo de Madrid, com escala em São Paulo, onde o seu nome ficou registado.
Além dos contactos via INTERPOL, têm sido estabelecidos outros contactos sectoriais com a Polícia Federal brasileira, num conjunto de diligências que visam localizar a autarca que anda fugida da justiça portuguesa.
O mandado de captura internacional de Fátima Felgueiras foi emitido quarta-feira, existindo já uma cópia no Brasil para ser apresentado logo que esta seja localizada e detida.

ACIDENTE COM AERONAVE CAUSA 150 MORTOS
Porta traseira de avião cargueiro abriu-se em pleno voo tendo os passageiros sido sugados
Pelo menos 150 pessoas podem ter morrido quando, acidentalmente, se abriu, em pleno voo, a rampa de um avião militar na República Democrática do Congo, informaram ontem fontes militares.
O avião, um bombardeiro "Iliouchine-76", de fabrico russo, dirigia-se para a cidade de Lubumbashi, no oeste da República Democrática do Congo.
Segundo as mesmas fontes, citadas pela agência EFE, o acidente ocorreu na noite de quinta-feira quando o bombardeiro voava a cerca de 10.000 metros de altura.
Ainda segundo as primeiras informações avançadas pelas autoridades militares da República Democrática do Congo o avião conseguiu aterrar em segurança, não tendo evitado contudo que os passageiros fossem sugados para fora do aparelho acabando por ficar espalhados numa área de selva de difícil acesso.
Funcionários do aeroporto disseram à BBC que só os tripulantes de origem russa sobreviveram. Conseguiram retomar o controlo do avião e regressar ao Aeroporto de Kinshasa.
O avião transportava militares e seus familiares. Muitas das pessoas que seguiam a bordo foram sugadas depois de se ter desprendido a rampa traseira do aparelho.
Até ao momento, as autoridades militares não avançaram mais detalhes sobre o acidente, estando, no entanto, a tentar contactar os familiares das vítimas.








::: posted by Sandra at sábado, maio 10, 2003



terça-feira, maio 06, 2003 :::
 
PENSAR O JORNALISMO
Realizou-se na Universidade da Colombia, desde Outubro de 2002 a Março de 2003, reuniões com o intuito de debater questões relacionadas com o tema: Como é que as Escolas de Jornalismo preparam os alunos para um mundo em feroz transmutação e o papel dos Media na sociedade, preconizando uma possivel Escola modelo de Jornalismo para o séc, XXI.
Bollinger, presidente da Universidade da Colombia, acentuou a necessidade do aluno entrar em contacto com a prática jornalística e defendeu a formação universitária para a realização futura da profissão. Neste âmbito, a Universidade deve proporcionar aos alunos conhecimentos e capacidades intelectuais que se estendam a várias áreas. O aluno deverá assim, ter um elevado nível de conhecimentos sobre o tema, passando do mero relato do acontecimento à sua efectiva explicação. Sendo necessário o jornalista, cada vez mais, ser capaz de adaptar-se às áreas mais proeminentes da sociedade actual, pondo-se em questão , os riscos subjacentes à especialização. Para além da sala de aulas, o aluno deverá ingressar em actividades extra-curriculares.
Os baixos salários dos jornalistas não foram esquecidos como causa directa de uma menor procura de formação nesta área. Bollinger salientou os constrangimentos e pressões inerentes à profissão ainda que, segundo o mesmo, "o jornalismo e a imprensa livre são as instituições mais preponderantes no mundo moderno", acrescentando que "a democracia, a sociedade civil e os mercados livres não podiam existir sem os media."

::: posted by Sandra at terça-feira, maio 06, 2003


 
ARAFAT QUER CIMEIRA ÁRABE
O presidente da Autoridade Nacional Palestiniana (ANP) disse ontem esperar que se realize proximamente uma cimeira árabe para fazer o ponto à situação no Médio Oriente, por temer a «divisão» da região depois da ocupação norte-americana do Iraque.
«Instamos os irmãos árabes a convocar uma reunião urgente e extraordinária para debater os últimos acontecimentos ocorridos no Iraque», declarou Arafat numa entrevista à televisão por satélite «Al- Arabiya». No quartel-general da ANP, em Ramallah (Cisjordânia), onde está sitiado desde Abril de 2001, o líder palestiniano advertiu contra os planos para «desenhar novas fronteiras na região».



::: posted by Sandra at terça-feira, maio 06, 2003


 
ARIEL SHARON PRONTO A NEGOCIAR
Israel está interessado num diálogo de paz com a Síria, sem condições prévias
O primeiro-ministro israelita Ariel Sharon declarou estar pronto a encetar, sem condições prévias, um diálogo de paz com a Síria, informou ontem a rádio pública israelita.
«Nos encontros de domingo com o secretário de Estado adjunto norte-americano para o Médio Oriente, William Burns, Sharon disse estar pronto a reunir-se com os dirigentes sírios, seja onde for, e quando for, sem condições prévias», segundo a rádio.
Durante a visita-relâmpago a Damasco e Beirute, sexta- feira e sábado, o secretário de Estado norte-americano Colin Powell insistiu no desarmamento do Hezbollah xiita libanês, que Washington considera um grupo terrorista, e anunciou que a Síria começou a agir contra os movimentos radicais palestinianos sediados na capital síria, nomeadamente o Hamas e a Jihad islâmico.






::: posted by Sandra at terça-feira, maio 06, 2003


 
UE DÁ MILHÕES A PAÍSES DO SUL
Comissão Europeia reforça colaboração regional
A Comissão Europeia aprovou um pacote de 57 milhões de euros para reforçar a cooperação regional entre os Quinze e os países vizinhos do Mediterrâneo em 2003, foi ontem anunciado em Bruxelas.
Processo de paz no Médio Oriente, treino e formação de funcionários públicos, Área de Comércio Livre Sul-Sul, herança cultural e facilidades de investimento são alguns dos projectos beneficiários da ajuda agora aprovada.
Do total das verbas agora aprovadas, 10 milhões de euros destinam-se a projectos de paz no Médio Oriente.
As verbas vão ser disponibilizadas ao abrigo do Programa Regional MED para encorajar a cooperação e o diálogo entre a UE e os 27 países mediterrânicos parceiros.
Dois deles, o Egipto e a Jordânia, ouviram ainda a Comissão anunciar hoje a intenção de conceder uma ajuda financeira de emergência no valor de 210 milhões de euros para compensar os efeitos negativos da guerra no Iraque.
Considerados os países vizinhos do Iraque cujas economias foram mais afectadas pela guerra, o Egipto e a Jordânia deverão receber 175 milhões e 35 milhões de euros, respectivamente.
Esses montantes irão adicionar-se aos 100 milhões de euros de ajuda humanitária ao Iraque já disponibilizados pela Comissão para minorar os efeitos da guerra.
A Parceria Euro-Mediterrânica foi lançada em Barcelona no ano de 1995 para promover as relações entre as duas margens do Mediterrâneo a nível político, económico e social.
Desde 1995 e até 2002 foram canalizados 5,7 mil milhões de euros da UE para os vizinhos do sul e leste do Mediterrâneo.






::: posted by Sandra at terça-feira, maio 06, 2003


 
GRUPO IRAQUIANO PREPARA GOVERNO INTERINO
Antigos dirigentes, incluindo a oposição, preparam equipa directiva
Um grupo de nove pessoas, incluindo dirigentes da antiga oposição iraquiana, vai formar um governo interino no Iraque, anunciou ontem o administrador civil norte-americano para o país, Jay Garner.
«Creio que haverá sete, oito ou nove dirigentes a trabalhar juntos para instalar uma equipa directiva», disse o general na reserva Garner aos jornalistas, acrescentando ser ainda cedo apontar para uma data em que esse governo interino vai entrar em funções.
O administrador civil do Iraque referia-se aos dirigentes curdos Massud Barzani e Jalala Talabani, líderes, respectivamente, do Partido Democrático do Curdistão (PDK) e da União Patriótica do Curdistão (UPK), a Ahmad Chalabi, chefe do Congresso Nacional Iraquiano (CNI), Iyad Allaui, que dirige a Entente Nacional Iraquiana, e Abdel Al-Hakim, irmão do líder da Assembleia Suprema da Revolução Islâmica no Iraque (ASRII, com base no Irão).
Garner admitiu que o grupo poderá ser alargado para integrar um elemento cristão e eventualmente um responsável sunita.


PRESIDENTE DA CRUZ VERMELHA VISITA BAGDAD
O presidente do Comité Internacional da Cruz Vermelha (CICV), Jakob Kellenberger, chegou ontem a Bagdad para uma visita de dois dias ao Iraque, anunciou a Cruz Vermelha em Genebra.
Durante a sua estada, Kellenberger deverá reunir-se com o chefe da administração civil norte-americana do Iraque, o general na reserva Jay Garner, e discutir com ele a actual situação no país, suas consequências jurídicas e o papel desempenhado pelo CICV enquanto organização humanitária independente, segundo um comunicado da Cruz Vermelha.
Kellenberger prevê também visitar estabelecimentos de saúde e estações de tratamento de água em Bagdad.

CIENTISTA DETIDA PELA COLIGAÇÃO
Ammash é considerada responsável pelo programa biológico
A cientista Huda Salih Mahdi Ammash, presidente da Sociedade Iraquiana de Microbiologia e decana da Universidade de Bagdad, que constava do baralho (cinco de copas) dos 55 mais procurados do antigo regime, foi ontem capturada pela coligação.
O anúncio partiu do Departamento de Defesa dos Estados Unidos, sem fornecer mais pormenores sobre a detenção, que eleva para 19 o número de responsáveis do antigo regime iraquiano já sob custódia da coligação.
Ammash, 49 anos, é considerada o «cérebro» por trás do relançamento do programa biológico iraquiano, depois da Guerra do Golfo (1991).




::: posted by Sandra at terça-feira, maio 06, 2003


 
PYONGYANG AMEAÇA EUA
A Coreia do Norte exige concessões económicas
A Coreia do Norte ameaçou ontem interromper o diálogo encetado com os Estados Unidos se Washington não aceitar o seu plano de abandono das ambições nucleares em troca de concessões económicas e diplomáticas.
«Se os Estados Unidos não responderem de forma positiva à proposta corajosa da RDPC (República Democrática Popular da Coreia), assacarão a responsabilidade do abalroamento dos esforços de diálogo e provocarão uma grave tensão da situação», lê-se no diário do partido comunista no poder, o Rodong Sinmun.
Na primeira negociação com os Estados Unidos e a China no mês passado, em Pequim, Pyongyang propusera abandonar os seus programas de mísseis e armas atómicas em troca de uma série de vantagens económicas e políticas, segundo fontes norte-americanas.
Estas negociações desembocaram num impasse, pois aproposta norte- coreana foi rejeitada como «chantagem» pelos Estados Unidos, que exigem o desmantelamento verificável das instalações nucleares da Coreia do Norte antes de qualquer negociação substancial, enquanto que Pyongyang reclama garantias prévias de segurança.
O secretário de Estado norte-americano, Colin Powell, declarou no domingo que os norte-coreanos são «mestres em ambiguidade» quando fazem declarações sobre o seu programa nuclear.


::: posted by Sandra at terça-feira, maio 06, 2003



terça-feira, abril 29, 2003 :::
 
CRISE NA CONSTRUÇÃO CIVIL
Situação agravou-se no primeiro trimestre deste ano, anunciou a AECOPS
A crise que o sector da construção atravessa continuou a agravar-se no primeiro trimestre segundo os dados avançados pela Associação de Empresas de Construção e Obras Públicas (AECOPS).
"Na verdade praticamente todos os indicadores geralmente utilizados apontam para uma situação difícil", escreve a associação na sua análise, salientando a quebra de 19 por cento no consumo do cimento nos primeiros dois meses do ano e de 19,5 por cento no número de licenças para construção em Janeiro.
A AECOPS refere ainda como muito negativa para o sector "a política de redução de investimento público que se traduz numa quebra significativa dos concursos adjudicados".
"Ainda desfavorável é a evolução demonstrada pela carteira de encomendas das empresas", que ao apresentar "uma média de 10 meses de trabalho durante o primeiro trimestre deste ano, assume o valor menos favorável desde o terceiro trimestre de 2000".
A construção residencial é a que sofre a maior redução, "de 14 para apenas 11,2 meses de trabalho assegurado", adianta


::: posted by Sandra at terça-feira, abril 29, 2003


 
GOVERNO REVÊ EM BAIXA PREVISÃO DE CRESCIMENTO
As previsões de evolução do PIB este ano estão agora reduzidas a 0,5%
O Governo reviu ontem em baixa de 1,25 pontos percentuais a previsão de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) português para este ano, para 0,5%.
No Relatório sobre a Execução e Orientação da Despesa Pública em 2003, ontem divulgado, o Ministério das Finanças justifica a revisão do ritmo de crescimento para um intervalo entre 0,25 e 0,75% (ponto médio de 0,5%) com a degradação da conjuntura internacional.
No documento, o Governo reconhece a existência de uma contracção do PIB no segundo semestre de 2002, quadro recessivo este que se prolonga por 2003. «Os indicadores de conjuntura disponíveis para o primeiro trimestre de 2003 apontam para a continuação da evolução desfavorável do consumo e investimento privados, reflectindo a continuidade do ajustamento interno», justifica-se no documento.
A força do ajustamento - quase um ponto percentual - decorre, «basicamente», do enquadramento internacional e das perspectivas de crescimento no curto prazo serem menos favoráveis do que o previsto em Setembro [quando o Orçamento do Estado para 2003 foi feito] e Dezembro [quando foi actualizado o programa de estabilidade e crescimento (PEC)], explica-se. O Governo espera que o consumo privado prossiga em 2003 o desaceleramento registado em 2002. Este comportamento dos consumidores é atribuído à manutenção da confiança em baixos níveis, ao aumento do desemprego, à desaceleração do crescimento do rendimento disponível e a um aumento da taxa de poupança por motivos de prudência.


::: posted by Sandra at terça-feira, abril 29, 2003


 
LABORINHO EMPENHADO NA ESTABILIDADE
O Ministro da República para os Açores defende papel «moderador»
O ministro da República para os Açores, Laborinho Lúcio, assegurou ontem ao presidente do Governo Regional o seu empenho na «estabilidade» da legislação produzida nas ilhas.
Depois de um primeiro encontro com Carlos César após a sua tomada de posse, Laborinho Lúcio sublinhou que recorrerá ao mecanismo de consulta ao Tribunal Constitucional sempre que tiver dúvidas sobre a legalidade da legislação aprovada pelos órgãos regionais.
Com uma filosofia de «não conflito», o recurso à fiscalização preventiva terá um carácter «interrogativo», assegurou o ministro, ao considerar a fiscalização da legalidade da legislação regional como uma das principais tarefas do cargo.
Laborinho Lúcio adiantou que na audiência com Carlos César foram, também, abordadas questões pendentes nas relações com Lisboa que interessam à região, e assegurou uma troca permanente de informação entre o seu gabinete e o Governo Regional.
O ministro da República garantiu, ainda, que procurará desempenhar um papel de «moderador» nas relações entre os Açores e o continente.
O presidente do Governo Regional manifestou-se confiante na «função moderadora» do ministro da República, sublinhando que «existe uma grande confiança no reforço» desta cooperação.
«Este tem sido, aliás, o caminho do Executivo regional ao longo do seu mandato quer com o Governo da República, quer com as demais instituições», salientou Carlos César.


::: posted by Sandra at terça-feira, abril 29, 2003


 
COMBATE À DEVASTAÇÃO
Portugal assina hoje um acordo onde se compromete a combater a devastação das florestas
Portugal e outros 40 países assinaram hoje em Viena uma declaração onde se comprometem a combater a devastação das florestas e o comércio ilegal de produtos florestais.
Na IV Conferência sobre a Preservação das Florestas, que decorre até quarta-feira na capital austríaca, debateu-se a importância das florestas no combate às alterações climáticas e na preservação da diversidade biológica de cada zona do planeta e o futuro económico do sector florestal.
«Promover uma boa governação, reforçar as leis florestais e combater a desmatação ilegal das florestas e o comércio de produtos dessas actividade» é um dos compromissos assumidos na declaração política será assinada quarta-feira e a que a agência Lusa teve acesso.
Os países signatários comprometeram-se ainda a produzir programas nacionais para a protecção das florestas.
Portugal já tem um programa para a floresta, mas os seus objectivos ainda não estão implementados, como reconheceu à Lusa o secretário de Estado português do Desenvolvimento Rural, Bianchi de Aguiar, presente na Conferência.
Outra das obrigações definidas na reunião é a adopção de medidas que contribuam para reduzir a emissão de gases com efeito de estufa, responsáveis pelo aquecimento global.


::: posted by Sandra at terça-feira, abril 29, 2003


 
COMBATE À DEVASTAÇÃO
Portugal assina hoje um acordo onde se compromete a combater a devastação das florestas
Portugal e outros 40 países assinaram hoje em Viena uma declaração onde se comprometem a combater a devastação das florestas e o comércio ilegal de produtos florestais.
Na IV Conferência sobre a Preservação das Florestas, que decorre até quarta-feira na capital austríaca, debateu-se a importância das florestas no combate às alterações climáticas e na preservação da diversidade biológica de cada zona do planeta e o futuro económico do sector florestal.
«Promover uma boa governação, reforçar as leis florestais e combater a desmatação ilegal das florestas e o comércio de produtos dessas actividade» é um dos compromissos assumidos na declaração política será assinada quarta-feira e a que a agência Lusa teve acesso.
Os países signatários comprometeram-se ainda a produzir programas nacionais para a protecção das florestas.
Portugal já tem um programa para a floresta, mas os seus objectivos ainda não estão implementados, como reconheceu à Lusa o secretário de Estado português do Desenvolvimento Rural, Bianchi de Aguiar, presente na Conferência.
Outra das obrigações definidas na reunião é a adopção de medidas que contribuam para reduzir a emissão de gases com efeito de estufa, responsáveis pelo aquecimento global.


::: posted by Sandra at terça-feira, abril 29, 2003


 
FACTURAS DESVALORIZADAS
A CGTP-IN pediu ontem a demissão de Paulo Portas para «moralização do país»
O advogado de defesa do principal arguido no Caso Moderna desvalorizou ontem as facturas apresentadas pelo CDS-PP relativas à estadia de Paulo Portas em Braga durante o congresso do partido, afirmando que «a única prova relevante» é a que está no processo.
António Lamego referia-se às facturas apresentadas sexta-feira pelo CDS-PP, que alegadamente comprovariam que as despesas de hotel de Paulo Portas durante o Congresso de Braga, em 1998, tinham sido pagas pelo partido e não pela empresa de sondagens Amostra, como referido em tribunal por José Braga Gonçalves.
«A única prova relevante é a que está junto ao processo», frisou aos jornalistas o advogado António Lamego, aludindo à factura incluída nos autos do processo que comprova que Paulo Portas esteve hospedado em Braga em Março de 1998 à custa da empresa de sondagens Amostra, da qual o actual ministro da Defesa foi gerente.
«A única coisa que me preocupa aqui neste processo é convencer três pessoas - os juízes», comentou o advogado.
«Tudo aquilo que se passa e os ecos que vêem do exterior do processo, do exterior do julgamento, para mim é absolutamente irrelevante», disse.
«A factura que está no processo foi apreendida e junta por uma entidade idónea, que é a PJ, e consta da contabilidade da Amostra», afirmou António Lamego, que disse desconhecer as facturas apresentadas pelo CDS-PP.
A CGTP-IN pediu ontem a demissão do ministro de Estado e da Defesa, Paulo Portas, cuja manutenção no governo é «insustentável do ponto de vista democrático» depois das suspeitas lançadas pelo principal arguido do caso Moderna.


::: posted by Sandra at terça-feira, abril 29, 2003


 
FUTURO DE CABO VERDE
em debate Delegações estrangeiras analisam desenvolvimento do País
Seis dezenas de delegações estrangeiras representando parceiros de desenvolvimento de Cabo Verde reúnem-se hoje e amanhã na Cidade da Praia para debater os novos desafios que se colocam ao país.
A reunião, promovida pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros, Cooperação e Comunidades de Cabo Verde, é revestida de grande expectativa porque dos seus resultados depende a concretização de muitos dos projectos que o Governo pretende lançar nos próximos anos.
O Plano Nacional de Desenvolvimento (PND), recentemente aprovado pelo Governo, para vigorar até 2005, será um documento a apresentar ás 62 delegações estrangeiros aguardadas na capital do país.
O PND, que estabelece como meta uma aceleração do crescimento da economia para valores que em 2005 já ultrapassem os 7 por cento, carece de investimentos da ordem dos 760 milhões de dólares.


::: posted by Sandra at terça-feira, abril 29, 2003


 
DONALD RUMSFELD HOMENAGEIA TROPAS
Secretário da Defesa faz um périplo pelo Golfo Pérsico
O secretário da Defesa norte-americano, Donald Rumsfeld, prestou ontem homenagem às tropas norte-americanas pela vitória obtida no Iraque, que comparou à queda do Muro de Berlim e à libertação de Paris.
Acompanhado do comandante das forças da coligação, o general norte-americano Tommy Franks, Rumsfeld apertou a mão e posou para fotografias com os militares estacionados no comando central (CENTCOM) das tropas norte-americanas em Camp As-Saliyah, no Qatar.
«Pensem nos acontecimentos a que todos assistimos: iraquianos livres derrubando uma estátua de Saddam Hussein, abraçando os militares da coligação e celebrando a sua liberdade reencontrada», disse Rumsfeld.


::: posted by Sandra at terça-feira, abril 29, 2003


 
POLÓNIA CONVIDADA A INTEGRAR FORÇA DE ESTABILIZAÇÃO
Os Estados Unidos pediram à Polónia para participar com dois a três mil soldados na Força de Estabilização do Iraque, anunciou ontem o diário polaco Gazeta Wyborcza, citando uma fonte do Pentágono.
O Ministério da Defesa da Polónia escusou-se a confirmar a notícia à France Presse, indicando, no entanto, que decorrem conversações bilaterais sobre o assunto. «Ainda não houve um pedido formal. Estamos em conversações com os norte-americanos. A principal dificuldade é o financiamento do envio dos nossos soldados para o Iraque», declarou um porta-voz oficial, o coronel Adam Stasinski.
De acordo com o diário polaco, uma das divisões encarregadas da manutenção da paz no Iraque poderia incluir uma brigada polaca, ao lado de unidades britânicas


::: posted by Sandra at terça-feira, abril 29, 2003


 
PYONGYANG PEDE UNIDADE
Coreia do Norte contra pressões dos EUA
A Coreia do Norte lançou um apelo à unidade das Coreias face às pressões norte-americanas em torno do seu arsenal nuclear, durante um encontro de nível ministerial com a Coreia do Sul que decorre em Pyongyang.
O chefe da delegação norte-coreana Kim Ryong-Song lançou este convite à Coreia do Sul no domingo durante o primeiro de uma série de encontros previstos para os próximos três dias, segundo indicou a agência oficial norte-coreana de notícias, KCNA.
Segundo a KCNA, Kim Ryong-Song disse aos seus interlocutores do Sul que «a escalada dos Estados Unidos para isolar e sufocar a Coreia do Norte devido à questão nuclear ameaça seriamente a soberania da Nação coreana».
«Nas circunstancias actuais não existe tarefa mais urgente do que rejeitar a acção da força unilateral das potências estrangeiras e de defender a dignidade e a soberania da Nação para prevenir o perigo de uma guerra e proteger a paz no país pelos esforços unidos de todas as Coreias», sublinhou Kim.






::: posted by Sandra at terça-feira, abril 29, 2003


 
SCHROEDER AMEAÇA DEMITIR-SE
Chanceler alemão exige apoio do SPD
O chanceler alemão Gerhard Schroeder reforçou ontem a pressão sobre o Partido Social-Democrata (SPD) a que preside, ameaçando demitir-se se o SPD não o apoiar na política de reforma social que pretende levar a cabo.
«Todo aquele que decida adoptar uma posição diferente deve saber que me está a privar assim da possibilidade de realizar a base do meu trabalho», disse Schroeder aos jornalistas no final de uma reunião da direcção do partido em Berlim.
As linhas directrizes da reforma, reagrupadas sob o nome Agenda 2010, «não podem ser postas em causa» e devem manter-se «tal como foram apresentadas perante o Bundestag, a Câmara dos Deputados», a 14 de Março passado, afirmou.
«Podemos, contudo, discutir os pormenores», acrescentou o chanceler alemão.
O parlamento deve adoptar, antes do Verão, um programa de reformas que prevejam as reduções dos subsídios de desemprego de longa duração, uma flexibilização dos despedimentos e uma redução dos subsídios de saúde.


::: posted by Sandra at terça-feira, abril 29, 2003


 
«FRENTE UNIDA» CONTRA PNEUMONIA ATÍPICA
Dez países asiáticos procuram mecanismos para combater o avanço da epidemia
Líderes dos 10 países membros da Associação das Nações do Sudeste Asiático (ASEAN) e da China vão procurar criar uma «frente unida» regional contra a Sindroma Respiratória Aguda (SRA) numa cimeira que decorre hoje em Banguecoque.
A China - onde a SRA teve origem, tendo sido criticada internacionalmente por ter tentado encobrir a gravidade e a extensão do surto - estará representada em Banguecoque pelo primeiro-ministro Wen Jiabao, na que será a primeira deslocação ao exterior do chefe do governo chinês desde que tomou posse em Março.
O governo de Hong Kong anunciou ontem que o chefe do executivo local, Tung Chee-hwa, deslocar-se-á também a Banguecoque para participar na cimeira.
Hong Kong e o continente chinês são os principais focos de infecção com SRA na Ásia, com Hong Kong a registar 138 vítimas mortais e 1 557 casos de infecção e o continente chinês 139 mortos e 3.106 casos confirmados de infecção.
A cimeira de emergência, convocada em meados de Abril pelo governo da Tailândia, pretende criar mecanismos de troca de informação e de assistência técnica e estabelecer acções concertadas a nível regional de combate e prevenção da doença, que está a ser considerada a pior crise a atingir a Ásia desde a crise financeira de 1997/98.
O custo económico mundial da epidemia de SRA - que já fez cerca de 300 mortos, com mais de 5.000 casos de infecção registados em mais de 20 países - foi hoje calculado em 30 mil milhões de dólares (27,5 mil milhões de euros) num estudo publicado pela revista norte-americana Time.
Na Ásia, a China e a Coreia do Sul poderão perder cerca de 2.000 milhões dólares cada, em receitas turísticas, vendas e produtividade, como consequência directa da pneumonia atípica.




::: posted by Sandra at terça-feira, abril 29, 2003



sábado, abril 26, 2003 :::
 
PRIMEIRA NAVE ESPACIAL COMANDADA POR UMA MULHER

A primeira nave espacial a partir para o espaço depois do desastre do "Columbia" vai ser comandada por uma mulher, Eileen Collins, o que acontecerá pela primeira vez, anunciou hoje o responsável pela NASA, Sean O Keefe. Nesta tripulação irão, também, o japonês Soichi Noguchi da agência espacial japonesa (NASDA), o co-piloto James Kellu e o técnico Stephan Robinson aos quais se deverão juntar os três membros da Estação Espacial Internacional que deverão substituir o americano Edward Lu e o russo Luri Malentchenko que neste momento se encontram a viajar na nave "Soyouz".
STS-114 é a designação desta próxima missão espacial norte-americana cuja data de partida ainda não foi fixada, mas a NASA pretende que se retomem os voos logo que as condições sejam melhoradas, tendo em conta as recomendações a publicar pela comissão de inquérito ao acidente do "Columbia", a 01 de Fevereiro, que causou a morte de sete astronautas. "A nossa intenção é encontrar uma data em função das oportunidades, a partir do final deste ano", disse o responsável pela NASA.
Referindo-se ao acidente com a nave espacial "Columbia", O Keefe precisou que os investigadores conseguiram recolher setenta mil fragmentos da nave que se desintegrou no seu regresso à Terra, o que representa cerca de 40 por cento do seu peso total.

Madalena Barbosa
Fonte: Lusa


::: posted by Madalena at sábado, abril 26, 2003


 
APARECIMENTO DE CINCO GOLFINHOS MORTOS

Durante a semana passada deram à costa cinco golfinhos mortos na zona da Póvoa de Varzim e Vila do Conde, o último dos quais apareceu cerca das 23:00 de sexta-feira, disse fonte da Polícia Marítima local.
Desconhece-se a causa da morte destes mamíferos marinhos que apresentavam ferimentos e alguns deles já estavam em estado de decomposição. A hipótese mais viável é a de que tenha sido um predador marinho ou as redes dos pescadores a causar a morte dos cinco golfinhos.
Segundo a mesma fonte da Polícia Marítima local "os golfinhos ficam presos nas redes e como não conseguem vir à superfície respirar acabam por morrer afogados", por isso "é normal" o aparecimento de golfinhos mortos nesta zona (Póvoa de Varzim e Vila do Conde), apesar da quantidade registada esta semana ser "invulgar".
O último golfinho a dar à costa, com cerca de um metro e meio de comprimento, "estava mutilado e sem a barbatana caudal", acrescentou a fonte.






::: posted by Madalena at sábado, abril 26, 2003


 
SUSPEITA DE UM CASO DE PNEUMONIA ATÍPICA EM VIANA DO CASTELO

Foi ontem internada, no Centro Hospitalar do Alto Minho em Viana do Castelo, uma jovem de 13 anos por se suspeitar que tenha contraído o vírus da pneumonia atípica já que acaba de regressar de Otawa, Canadá. Esta jovem, natural de Arcos de Valdevez, chamou a atenção pois apresentava febre e alguns sintomas respiratórios que fizeram levantar suspeitas de pneumonia atípica, embora essa possibilidade seja muito remota, na opinião de Jorge Alves, chefe de equipa do Centro Hospitalar. "Está notificado como um caso suspeito e, por isso, estamos a tomar todas as medidas adequadas, tendo já sido recolhidas amostras de sangue e de outros produtos da garganta da doente que já seguiram para o Instituto Ricardo Jorge, para análise", referiu Jorge Alves.
A doente encontra-se num quarto isolado e para lá entrar é necessário o uso de uma máscara, para prevenir eventuais contágios. Atendendo que quando partiu para o Canadá a jovem já estaria "um bocado engripada", Jorge Alves disse que neste momento "não há qualquer razão para alarme", uma vez que a jovem "está bem, já não tem febre e fez radiografias e análises ao sangue cujos resultados são perfeitamente normais".
No entanto, e como medida de precaução, a jovem deverá continuar internada no serviço de medicina enquanto não forem conhecidos os resultados das análises do Instituto Ricardo Jorge.
Madalena Barbosa
Fonte: Agência Lusa










::: posted by Madalena at sábado, abril 26, 2003



sexta-feira, abril 25, 2003 :::
 
PORTUGAL TROCA DE ADIDO MILITAR EM LONDRES
O capitão-de-mar-e-guerra Augusto Ezequiel será o próximo adido militar português no Reino Unido, assumindo funções no final do Verão. Augusto Mourão Ezequiel, engenheiro hidrógrafo, foi o responsável pelas operações no Rio Douro após a queda da Ponte de Entre-os-Rios (2001). O comandante, depois de ter escrito um um livro sobre o assunto, voltou à ribalta na sequência do afundamento do petroleiro Prestige ao largo da Galiza e da ameaça de maré negra na costa portuguesa. O militar vai agora substituir outro oficial de Marinha, o capitão-de-mar-e-guerra Brites Nunes (submarinos), com a missão de defender a posição de Portugal no quadro da NATO. O Reino Unido foi o principal adversário das posições defendidas por Portugal no quadro da reforma da NATO, opondo-se a que o terceiro comando operacional da organização – cuja existência foi proposta e defendida por Lisboa – viesse a ficar em Oeiras.


::: posted by Sandra at sexta-feira, abril 25, 2003


 
UM ENCANTAMENTO
"A eternidade não é demais" é uma obra verdadeiramente encantadora, que relata uma história à laia de Tristão e Isolda, na versão oriental.
Não é por menos que François Cheng foi recompensado com o Grande Prémio da Francofonia da Academia Francesa. Poeta, filósofo, tradutor e calígrafo, Cheng é um dos mais notáveis autores chineses com duas obras verdadeiramente soberbas.
O romance "O que disse Tianyi", recebeu o Prémio Femina em 1999, além de óptimas críticas um pouco por todo o Mundo. Agora, com "A eternidade não é demais", François Cheng reassume a sua mestria literária.
Este livro é verdadeiramente encantador. Nas suas páginas, o leitor viaja até à China do século XVII (final da Dinastia Ming) onde se desenrola um romance à laia de um Tristão e uma Isolda chineses.
Dao-Cheng e Lan-Ying apenas se olharam durante breves instantes numa noite da juventude de ambos. Porém, essa paixão imediata, transformada logo em amor proibido, muda para sempre a vida de ambos.
Trinta anos depois desse encontro breve e trinta anos depois de uma longa separação, Dao-Cheng abandona a reclusão de um mosteiro na montanha e desce até à cidade para reencontrar Lan-Ying. A partir de então, os muitos e variados códigos chineses, com todas as suas restrições e interdições marcam a pouco e pouco a reaproximação de ambos, uma reaproximação que não é apenas física, mas sim e essencialmente espiritual, de toda a dimensão do ser e do universo.
«Afinal de contas, um encontro autêntico situa-se sempre a um nível mais profundo ou mais elevado, aberto para o infinito, como aquele que podem viver, precisamente, o homem e a mulher. Para além das palavras, um olhar, um sorriso é quanto basta para que cada um se abra ao mistério do outro, ao mistério novo».
Para saber o resto, nada como ler o livro....



::: posted by Sandra at sexta-feira, abril 25, 2003


 
PORTUGAL EM CANNES

"Vai e Vem", de João César Monteiro, o realizador falecido em Fevereiro, passa em Cannes e estreia em Portugal em Junho.
"Vai e Vem" integra a selecção oficial do 56ª Festival Internacional de Cinema de Cannes, em França, que decorrerá de 14 a 25 de Maio. A última longa-metragem de João César Monteiro, que estreia em Portugal a 20 de Junho, será exibida fora de competição no certame. A partir de 4 de Julho, duas semanas depois da estreia nacional, será feita em Lisboa uma retrospectiva integral das longas-metragens do realizador.
Além de "Vai e Vem", por Cannes vão passar "Quaresma", de José Álvaro Morais (que estreia em Portugal em Outubro) e "A Mulher Que Acreditava Ser Presidente dos Estados Unidos da América", de João Botelho, nos cinemas nacionais desde em Março.
Em competição pela Palma de Ouro na 56ª edição, presidida pelo realizador francês Patrice Chereau, estarão 20 filmes, entre os quais "Swimming Pool", de François Ozon, "Dogville", de Lars Von Trier, "Mystic River", de Clint Eastwood, "Pêre et fils", do russo Alexandre Sokourov, e "Ce Jour-Là", de Raul Ruiz.
A fechar o festival, a 25 de Maio, será exibida uma versão restaurada de "Tempos Modernos", de Charlie Chaplin.




::: posted by Sandra at sexta-feira, abril 25, 2003


 
CHÁVEZ NEGA ACORDO SOBRE REFERENDO
Presidente da Venezuela considera que é «absurdo» a assinatura dum acordo entre governo e oposição
O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, considerou «absurda» a assinatura de um acordo entre as delegações do governo e da oposição na Mesa de Negociações e Acordos, sobre um referendo revogatório presidencial.
«Não faz falta», sublinhou Chávez, argumentando que «não está previsto que eu assine nenhum acordo da Mesa de Negociação e Acordos».
«Seria absurdo que um presidente que jurou perante uma Constituição, que tem dado provas de a cumprir e de pedir aos outros que a cumpram, assinar um acordo para a realização de um referendo revogatório», acrescentou.
A posição de Chavez ocorreu numa conferência de imprensa conjunta com o seu homólogo colombiano, Álvaro Uribe Vélez, realizada quarta-feira em Puerto Ordáz, no sudeste da Venezuela.


::: posted by Sandra at sexta-feira, abril 25, 2003


 
ATENTADO SUICIDA A NORTE DE TELAVIVE
Uma pessoa morreu e nove foram hospitalizadas, cinco das quais em estado grave
Uma pessoa morreu e nove ficaram feridas num atentado suicida perpetrado ontem de manhã na estação ferroviária de Kfar Saba, a norte de Telavive, que custou também a vida ao seu autor.
Fontes médicas informaram que nove pessoas foram hospitalizadas, cinco das quais em estado grave.
Segundo a rádio militar israelita, o autor do atentado, que transportava explosivos à cintura, era originário do campo de refugiados de Balata, arredores de Nablus, na Cisjordânia.
Os explosivos foram accionados nas escadarias de acesso à estação.
As Brigadas dos Mártires de Al-Aqsa, um grupo armado ligado ao Fatah, do dirigente palestiniano Yasser Arafat, reivindicaram o atentado de hoje,
Fontes médicas informaram que nove pessoas foram hospitalizadas, cinco das quais permanecem em estado grave.
Desde o início da Intifada, em Setembro de 2000, já morreram 3.175 pessoas (2.391 palestinianos e 726 israelitas).
O exército israelita deteve quarta-feira 11 palestinianos, entre eles Anas Sharitah, dirigente da Jihad Islâmica,que foi ferido gravemente e transportado para um hospital de Israel.


::: posted by Sandra at sexta-feira, abril 25, 2003


 
CRIANÇAS IRAQUIANAS VÍTIMAS DE BOMBAS DE FRAGMENTAÇÃO
As crianças continuam a ser feridas no Iraque, nomeadamente por bombas de fragmentação, denunciaram ontem cirurgiões da Associação francesa «La Chaîne de LÈespoir» (A Cadeia da Esperança), no final de uma missão de avaliação «do caos» nos hospitais de Bagdad.
«Vi há cerca de três dias duas crianças aproximadamente com três e seis anos. Uma tinha uma mão com pouco mais do que a pele. Foi preciso recorrer à amputação. A outra tinha os dois olhos atingidos.
Ficou cega», disse em Amã (Jordânia) Daniel Roux, cirurgião francês que saiu de Bagdad e regressa a Paris.
Segundo Roux, as duas crianças foram vítimas de mini-munições que não explodiram depois de terem sido dispersas por bombas de fragmentação.
Inúmeras personalidades, entre as quais o ex-Beatle Paul McCartney, denunciaram a utilização de bombas de fragmentação.


::: posted by Sandra at sexta-feira, abril 25, 2003


 
CIÊNCIA É CHAVE DO FUTURO
Sampaio afirma que Portugal tem de dar um salto qualitativo
Jorge Sampaio considerou ontem que «a ciência e a inovação são as chaves do futuro e da liberdade», alertando que 29 anos depois do 25 de Abril, Portugal tem de voltar a dar um salto qualitativo.
Jorge Sampaio aproveitou a sessão solene comemorativa do centésimo aniversário do Instituto de Higiene e Medicina Tropical (IHMT) para lembrar que «sem ciência não há inovação» e «sem inovação não há mudança».
«Se a ciência está indissoluvelmente ligada à ideia que fazemos do futuro, a inovação corresponde ao caminho que conseguimos construir para o atingir, todos os dias», sublinhou.


::: posted by Sandra at sexta-feira, abril 25, 2003


 
GOVERNO PREPARA UNIDADES MÉDICAS
Ministério da Saúde toma medidas em relação à pneumonia atípica
O Governo está a preparar unidades em hospitais para fazerem face a casos de pneumonia atípica, disse ontem o ministro da Saúde, que garantiu não existir em Portugal uma «situação de alarme» em relação à doença.
As medidas que o Ministério da Saúde está a tomar, adiantou Luís Filipe Pereira após o Conselho de Ministros, situam- se no quadro da prudência, uma vez que não foi ainda confirmado em Portugal um único caso de pneumonia atípica.
Além dos hospitais de Faro, Santa Maria (Lisboa) e S.João (Porto), que têm «condições mais específicas e rigorosas» para tratar eventuais casos, o Governo quer que outros hospitais tenham unidades preparadas em específico para tratar, numa primeira fase, suspeitas de pneumonia atípica, até mesmo para «evitar o contágio» entre utentes dentro da instituição hospitalar.
O INEM, adiantou o ministro, «também tem indicações precisas para actuar».
«Estamos a acompanhar (o evoluir da doença), fiz ontem uma exposição ao Conselho de Ministros. Não há uma situação de alarme mas temos de ser prudentes e dar a atenção que o assunto merece», disse Luís Filipe Pereira, acrescentando que os casos surgidos em Portugal não passaram até ao momento «de suspeitas não concretizadas».
Sobre o surto da doença no Canadá, Luís Filipe Pereira desaconselha «fortemente» as deslocações de portugueses a Toronto.
O Governo está ainda a «estudar com a própria Comissão Europeia» a forma de «identificar todos os passageiros» que «se possam dirigir para território nacional», sobretudo por via aérea.

HOSPITAL DE PEQUIM DE QUARENTENA
As autoridades municipais ordenaram ontem que o Hospital da Universidade Popular de Pequim fosse colocado em quarentena depois de terem sido detectados vários casos da Sindroma Respiratória Aguda (SRA), também conhecido por Pneumonia Atípica.
O hospital, onde se encontram mais de 2.000 pessoas, entre médicos, enfermeiros e doentes, tem 1.000 camas. Os médicos desenvolvem intensos esforços para isolar todos os infectados pela SRA e transferi-los para centros médicos. O hospital encontra-se no interior da Universidade Popular de Pequim, no bairro de Haidian, noroeste da cidade, onde se concentra a maioria dos estabelecimentos de ensino superior da capital.



::: posted by Sandra at sexta-feira, abril 25, 2003


 
29º ANIVERSÁRIO DO 25 DE ABRIL

O dia 25 de Abril de 1974 representa, indubitavelmente, um marco fundamental não apenas na história do Portugal contemporâneo mas em toda a história da nacionalidade. Foi precisamente há 29 anos atrás que aconteceu aquela que ficou conhecida como a "Revolução dos Cravos". Com ela, não só se fecha o ciclo imperial iniciado com a expansão marítima no século XV, como se abre a via de integração numa nova entidade política em gestação - a União Europeia.
O derrube da ditadura conservadora, por um amplo movimento de oficiais das Forças Armadas, surge como consequência inevitável do esgotamento de um modelo autoritário ferido pelo impasse do colonialismo e pelo isolamento internacional. Este derrube do regime ditaturial veio acelerar um processo, já em curso, de modernização económica, social, cultural e mental que vinha esbarrando com os obstáculos político-institucionais levantados por aquele modelo. Uma dupla contradição ameaçava, com efeito, o regime dirigido desde 68 por Caetano e Tomás: a contradição entre o seu aparelho institucional rígido, fechado e conservador e as exigências derivadas do desenvolvimento industrial num contexto de cada vez maior dependência em relação à Europa, e a contradição entre a sua expressão ideológica autoritária e nacional-colonialista e as aspirações pluralistas e anti-colonialistas desencadeados pela nova dinâmica social e cultural que caracterizou os anos sessenta.
Não foi fácil nem linear a implantação do regime democrático num país vítima de um regime opressor durante quase meio século, de súbito a braços com uma descolonização tardia, a que se juntavam os efeitos da crise económica internacional que acabara de irromper em l973. Circunstâncias estas que explicam as peculiares características da transição para a democracia entre nós, por comparação com outros países europeus da época envolvidos em processos semelhantes.
Foi, então, sustentada por este contexto que se vivenciava em Portugal que a revolução do dia 25 de Abril de 1974 alcançou o seu inequívoco sucesso, demonstrando- se claramente a crise sem precedentes que o Estado Novo atravessava e a necessidade premente de mudar Portugal.
Hoje, após 29 anos, esse dia ainda é comemorado por todo o país com apelos à paz, em clima de pós-guerra no Iraque, enquanto o Parlamento assinala a Europa do futuro. Manifestações populares, debates sobre o 25 de Abril, feiras do livro, festas e provas desportivas foram organizadas de norte a sul do país para saudar o dia da liberdade, marcado pelos apelos à paz nos dias que se seguem à guerra no Iraque.
A nossa ditadura foi abolida há 29 anos, mas muitas ditaduras ainda persistem no mundo contemporâneo, no entanto, penso que não devem ser os governos de outros países a ter a pretensão de acabar com essas ditaduras ainda vigentes. Tal como Portugal, que por si só, cessou esse regime mais repressivo, penso que esses países também terão capacidades para isso. Uma coisa é querer ajudar e consciencializar o povo dessas nações, outra, bem diferente, é querer apropriar-se das suas riquezas naturais.

Madalena Barbosa


::: posted by Madalena at sexta-feira, abril 25, 2003



quinta-feira, abril 24, 2003 :::
 
RESULTADO HISTÓRICO PARA O FCP

O FCP ficou, esta noite, apurado para a final da Taça UEFA ao obter um empate a zero frente à Lazio de Roma. Levando já a vantagem da vitória conseguida no jogo da "primeira-mão" nas Antas ( 4-1), os portistas confirmaram , esta noite, a sua presença na disputa final pela taça UEFA no dia 21 de Maio, em Sevilha, enfrentando o Celtic de Glasgow, a equipa que eliminou o Boavista da competição.
O jogo, transmitido em directo pela RTP1, foi a clara demonstração da merecida passagem do Porto à final. José Mourinho, o treinador portista, estando de castigo, ficou impedido de assistir à partida no "banco", no entanto, manteve-se atento a todos os pormenores. "Os primeiros momentos foram muito estranhos e emocionantes, pois foi extremamente complicado ver o jogo das bancadas longe dos meus jogadores. No entanto, com o decorrer do jogo, fiquei tranquilo pela forma como a equipa estava a interpretar o que tínhamos preconizado", revelou José Mourinho.
Quanto ao resultado deste jogo no estádio Olímpico de Roma, José Mourinho afirmou: "Acho que é merecidíssimo. Fomos muito fortes num ambiente fantástico e só posso estar orgulhoso dos meus jogadores". E acrescentou: "O F. C. Porto poderia ter construído um resultado mais demonstrativo da sua superioridade. Fomos geralmente muito fortes, tivemos um controle absoluto, foi um jogo de eficácia tremenda. Soubemos ter a bola e ser perigosos no contra-ataque. Só não controlamos o incontrolável, mas fizemos um jogo fantástico". No que respeita ao jogo da final que se avizinha frente ao Celtic, o treinador mostra-se optimista: "Sonho em ver o FCP agarrar a Taça UEFA. Estamos em duas finais".
Pinto da Costa, que festejou esta semana o seu 21º aniversário como presidente do FCP, também se mostrou muito feliz com o resultado desta partida que apurou os "dragões" para a sua primeira final da Taça UEFA. "Estou muito satisfeito. Quero agradecer a todos, técnicos jogadores e adeptos, que foram fantásticos e nos apoiaram nesta jornada gloriosa. Quero ainda agradecer ao senhores Presidente da República e Primeiro-Ministro, que me felicitaram mal o jogo terminou", disse Pinto da Costa no final da partida. Confiante, o presidente do F. C. Porto deixou uma garantia: "Tudo faremos em Sevilha para dar mais uma grande alegria aos adeptos e tentar trazer a taça para Portugal".





::: posted by Madalena at quinta-feira, abril 24, 2003


 
NÃO DESISTIR DA ESCOLARIDADE
Pedro Telhado Pereira, professor catedrático e presidente do Departamento de Gestão e Economia da Universidade da Madeira, proferiu ontem uma conferência sobre o tema "O nº 2 do artº 299º do Tratado que institui a Comunidade Europeia: situação presente e negociações para o futuro". O evento está inserido num ciclo de conferências sobre a União Europeia.
«A partir de agora temos de começar a apostar no capital humano, porque sem essa aposta, estou convencido, não haverá desenvolvimento sustentado. Os dados que disponho exigem que não deixemos que a juventude abandone a escolaridade, pois daqui a uns anos teremos problemas com pessoas que vão para o desemprego, sem formação e sem possibilidades de arranjarem um emprego», observou Pedro Telhado Pereira. Telhado Pereira apela à continuação dos estudos e, sobretudo, à formação profissional, para enfrentar outros países mais capazes.
Abriu a sessão o reitor da UMa, Ruben Capela, que se referiu à importância do tema em apreço e as suas consequências e vantagens tendo em vista o fortalecimento de uma Europa, em termos estratégicos e defensivos, e por via disso tecnológicos, que a faça sair do guarda-chuva protector dos Estados Unidos.
O conferencista resumiu a sua conferência como uma forma de sensibilização dos alunos e dos políticos para os novos desafios que se apresentam e que só poderão ser ultrapassados se a União Europeia continuar a garantir igualdade de oportunidades, um aspecto que, disse, correr menos bem do que a criação de infra-estruturas. Além do mais, considerou que as empresas das regiões ultraperiféricas não têm sido compensadas dos aumentos de custos que resultam da sua posição geográfica.

HAVERÁ IGUALDADE DE DIREITOS?
Na sequência da notícia anterior, a minha consciência obriga-me a falar sobre a igualdade de direitos, ou seja, sobre a falta dela. É revoltante constatar que há uma imensidão de pessoas com inúmeras capacidades, porém vêm-se resignadas a um cenário de falta de oportunidades. As dificuldades subjugam a capacidade de desenvolvimento, de futuros risonhos. Os ambientes familiares dilacerados que são consequência, muitas vezes de frustrações dos pais que projectam nos filhos os seus recalcamentos e, levam, aqueles que querem crescer, a fazer um ultra esforço para vingarem na vida.
Porém, uma coisa é certa: há também óptimos pais que desejam mas a conjectura não lhes pernite auxiliar mais. E, aqueles que se dobraram em sacrifícios ou que se viram obrigados a muitas privações para atingir um fim, darão mais valor ao feito alcançado. Terão mais força para ultrapassar obstáculos futuros.
Outro aspecto sobressaí neste contexto, é o facto de não podermos descurar a realidade de desemprego de licenciados..hum..e se fosse só de licenciados. Há dois dias, a SIC emitiu uma reportagem de um rapaz de 35 anos com licenciatura em Filosofia e mestrado em Recursos humanos. Já percorreu mundo e tem uma vasta experiência de trabalho, porém está desempregado. O entrevistado referiu a velha história "se soubesse o que sei hoje, não teria enveredado por este caminho", apelou aos jovens para apostarem na formação profissional. Apesar de valorizar o ensino profissional, de eu própria, um dia, ter feito um curso de técnicas de secretariado numa empresa que merece certamente o meu respeito até pelo trabalho posterior que desempenhei na mesma, continuo a afirmar que vale a pena. Vale a pena investir na nossa formação universitária porque não devemos deixar de lutar e, certamente, devemos valorizar o privilégio de sermos alunos universitários.Porque, efectivamente, nem todos o podem..No programa Prós e Contras um jovem foi entrevistado acerca da escola. O jovem terá desistido da escola porque não terá encontrado estímulos suficientes para continuar, enveredou pela formação profissional alegando que os professores das identidades profissionais são mais atenciosos e dedicados, preconizando um ensino personalizado. Mas na verdade, eu considero que, sendo este jovem proveniente de uma familia com carências económicas, ter-lhe-á faltado a sensibilização por parte de casa para continuar. São lacunas carenciais graves, ausência de estímulos para progredir, presença de razões para deixar de lutar por um futuro que ter-lhe-ia favorecido em larga escala. Igualdade de oportunidades é uma utopia vigente, o que não será utopia é a efectiva força de progredir e vencer!


::: posted by Sandra at quinta-feira, abril 24, 2003


 
MOTA AMARAL DEFENDE ACTUALIZAÇÃO DA DEMOCRACIA
É ser necessário «introduzir mecanismos de uma democracia participativa»
O presidente da Assembleia da República, Mota Amaral, defendeu terça-feira na Covilhã uma «actualização dos mecanismos de funcionamento da democracia».
Mota Amaral falava na conferência «25 de Abril - Democracia e Liberdade», de que foi o principal orador, inserida no ciclo de palestras "«Século XXI - Perspectivas», organizado pela Câmara Municipal da Covilhã.
Segundo o presidente do parlamento, «é preciso manter uma preocupação constante de actualizar os discursos à realidade dos nossos tempos», devendo o mesmo acontecer «com o funcionamento da democracia».
«O esquema básico da democracia, com a realização regular de eleições livres, corresponde a um estilo de sociedade que já não é bem o nosso», acrescentou.
Considerou também ser necessário «introduzir mecanismos de uma democracia participativa» com maior diálogo entre os responsáveis políticos e cidadãos.
Durante a conferência, que teve como palco o Salão Nobre da Câmara da Covilhã, Mota Amaral qualificou o poder local democrático como «uma das grandes conquistas do 25 de Abril por ter alterado completamente o esquema que existia, porque passámos a ter uma real distribuição de poder».
Sobre o actual relacionamento entre o Poder Local e o Governo Central, Mota Amaral disse esperar «uma solução equilibrada», referindo-se à discussão sobre o imposto da SISA.
«O diálogo está em curso entre os representantes do poder local e do Governo. Espero que se encontre uma solução equilibrada para o interesse de todos», concluiu.

MILHARES DE XIITAS CONTRA EUA
Peregrinos em Karbala manifestam-se contra ocupação estrangeira
Milhares de xiitas iraquianos em peregrinação na «cidade santa» de Karbala, centro do Iraque, manifestaram-se ontem, pelo segundo dia consecutivo, contra os Estados Unidos, testemunhou um jornalista da Agência France Presse.
«Não a um governo norte-americano, não a um governo militar, não a (Ahmed) Chalabi», o presidente do Congresso Nacional Iraquiano (CNI) apadrinhado por Washington, pode ler-se num dos cartazes empunhados pelos manifestantes.
«Não a todos os Chabali», proclamava em inglês um outro cartaz, enquanto um dirigente religioso apelava, através de megafone, à "unidade do povo xiita".
«Nem América nem Saddam, sim, sim ao Islão», «Não à ocupação», «América e Israel são a mesma coisa» e «Recusamos os conselhos norte-americanos», repetiam os manifestantes, que começaram os protestos às 11:00 locais (08:00 em Lisboa) na grande Esplanada do mausoléu do imã Hussein.
Na terça-feira de manhã foram ouvidas na cidade as primeiras palavras de ordem anti-norte-americanas: «Se a América ficar entre nós, ela sofrerá» e «Não, não ao colonialismo, não, não à ocupação, não, não ao imperialismo".
Hoje, milhares de peregrinos vindos dos quatro cantos do Iraque aceitaram o desafio lançado na véspera e participaram na manifestação.
«Convidamo-vos a participarem numa manifestação pacífica contra a ocupação estrangeira, que partirá da porta sul do mausoléu Hussein», repetiram os organizadores.

PORTUGAL NA RECONSTRUÇÃO
Sampaio defende reflexão sobre papel do País na reconstrução do Iraque
O Presidente da República, Jorge Sampaio, defendeu onem uma reflexão sobre o papel de Portugal na reconstrução do Iraque.
«Merece uma reflexão», disse Sampaio quando interrogado sobre a possibilidade de Portugal participar na reconstrução do Iraque, mas recusou adiantar cenários para o papel que caberá ao País nesse processo.
«Essa é uma conversa que terei em primeiro lugar com o primeiro- ministro», referiu o Presidente da República sobre a questão, adiantando, no entanto que «as empresas portuguesas são livres de fazerem o que entenderem na reconstrução do Iraque».

SITUAÇÃO ALIMENTAR ALARMANTE
Alguns comboios humanitários foram saqueados
A actual situação alimentar no Iraque não é desesperada mas é preocupante, «porque a penúria espreita», alertou ontem o director executivo do Programa Alimentar Mundial (PAM), James Morris, durante uma visita a Copenhaga.
«A segurança é a nossa primeira preocupação e a distribuição dos víveres necessita de um ambiente seguro, declarou, numa conferência de imprensa, recordando que houve alguns saques de comboios humanitários da organização.
«É da responsabilidade da potência ocupante garantir a segurança e nós esperamos que ela o faça», sublinhou, considerando, contudo, que «em geral, é seguro regressar ao Iraque, apesar de alguns sinais de hostilidade».
O PAM identificou quatro corredores seguros para os aprovisionamentos alimentares a partir da Turquia, Jordânia e Síria e está optimista quanto à abertura, dentro de alguns dias, de um corredor no sul do Iraque, segundo Morris.
«A questão é manter o "pipeline"alimentar aberto para evitar a penúria e para alimentar 27,1 milhões de iraquianos nos próximos meses, ou seja, a maior operação humanitária do PAM» indicou o director executivo da organização.

FRANÇA SOFRERÁ CONSEQUÊNCIAS
Powell critica oposição a Washington no conflito
O secretário de Estado norte-americano, Colin Powell, disse terça-feira à noite que a França sofrerá consequências pela sua oposição a Washington no conflito com o Iraque.
Entrevistado pela cadeia de televisão norte-americana PBS, Powell não precisou todavia quais seriam essas consequências, limitando-se a indicar que a oposição obstinada da França aos Estados Unidos no Conselho de Segurança da ONU durante as semanas que precederam o conflito as tornou inevitáveis.
O chefe da diplomacia dos Estados Unidos considerou ter sido a ameaça de veto da França no Conselho de Segurança que levou numerosos países a não apoiar um projecto de resolução norte-americano que teria dado luz verde explícita a uma operação armada.
Powell referiu também que teve de batalhar com firmeza contra o seu homólogo francês, Dominique de Villepin, que efectuou nomeadamente uma digressão por três países africanos membros do Conselho de Segurança - Guiné, Camarões e Angola - para os incitar a não alinharem com Washington.
As negociações em torno desta resolução «foram um momento muito difícil e não pensamos que a França tenha desempenhado um papel útil», declarou



::: posted by Sandra at quinta-feira, abril 24, 2003


 
ILHAS "SELVAGENS" IMPORTANTES NA HISTÓRIA DAS CIÊNCIAS
O historiador Alberto Vieira revelou ontem, numa conferência organizada pela Secretaria Regional do Ambiente e Recursos Naturais, que as ilhas Selvagens tiveram um papel importante nas descobertas científicas feitas na Europa, a partir do século XIX, em áreas como a biologia ou a ecologia.
Tudo porque formavam um dos poucos arquipélagos do Atlântico Norte completamente desabitados atraindo, por isso, a curiosidade de escritores e investigadores.
Alberto Vieira forneceu, às muitas pessoas que o escutavam no auditório da secretaria, uma lista onde constavam algumas das expedições científicas às Selvagens, lideradas, entre outros, pelo Barão de Castelo de Paiva (1869), pelo ornitólogo do Museu Britânico, W. R. D. Grant (1896), pelo naturalista francês Bohn Léon Ganeta (1904/1911), pelo Barão Rothschield, famoso banqueiro inglês (1922) ou pelo capitão Somerville, que fez o mapa das ilhas descobertas pelos navegadores do Infante D. Henrique.


::: posted by Sandra at quinta-feira, abril 24, 2003


 
RAM COM BIBLIOTECA MADEIRENSE
Plano visa reforçar valor da literatura regional
Para assinalar o "Dia Mundial do Livro e Direitos de Autor", a JSD/Imaculado promoveu, ontem, uma conferência/debate com o poeta José António Gonçalves.
A Comissão Regional de Autores está a trabalhar para que a literatura portuguesa consagre a especificidade madeirense no conjunto de obras de língua oficial portuguesa.
Defendendo a afirmação da literatura da Região no palco nacional «com dignidade», o poeta considera que, no plano da crítica, as obras editadas por autores regionais são bem aceites.
Em curso encontra-se um protocolo com a SRE que prevê a criação de uma Biblioteca Madeirense. Decorrem também parcerias com editoras nacionais, apoiadas pela DRAC, de forma a que os autores madeirenses se integrem em edições nacionais. No entanto, a comparticipação da comunidade é fundamental, numa actividade que, não sendo lucrativa, é de grande exigência económica. Mais uma notícia madeirense visando iniciativas culturais e criativas!


::: posted by Sandra at quinta-feira, abril 24, 2003



quarta-feira, abril 23, 2003 :::
 
MODERNA PAGOU SEGURANÇA DE PAULO PORTAS
Principal arguido no caso Moderna afirma que o Jaguar foi escolhido pelo actual ministro da Defesa
O principal arguido no caso Moderna, José Braga Gonçalves, confirmou ontem em tribunal que Paulo Portas contratou em 1998 segurança pessoal para o congresso do CDS/PP em Braga, mas disse desconhecer por que razão a factura foi paga pela universidade. «Foi Paulo Portas que tratou da sua própria segurança. O primeiro contacto para a empresa de segurança Sharon foi feito por mim, a pedido dele, mas foi Portas que tratou de tudo», afirmou Braga Gonçalves, contrariando assim o depoimento escrito do ministro de Estado e da Defesa ao Tribunal, no qual nega ter ido ao congresso acompanhado de segurança pago pela universidade.
Nos documentos apreendidos na Universidade Moderna existe uma factura da empresa Sharon, cobrada à co-operativa de ensino Dimensino (propriedade da Universidade Moderna), no valor de 270 contos, por serviços de vigilância efectuados a Paulo Portas no congresso do CDS/PP, de 21 e 22 de Março de 1998, onde o actual ministro foi escolhido para suceder a Manuel Monteiro na liderança do partido. O «homem forte» da gestão da Universidade Moderna não soube explicar o motivo pelo qual esta factura aparece na contabilidade da Dimensino, mas admitiu contudo que possa ter havido um engano e que esta tenha sido misturada na facturação de outros serviços que a Sharon prestava à Moderna.

ADVOGADO MINIMIZA ACUSAÇÕES
O advogado de Paulo Portas, António Pires de Lima, resumiu ontem as declarações do principal arguido do caso Moderna, José Braga Gonçalves, como «a acusação de alguém que está a ser acusado».
«Há que respeitar um arguido que está a depor, diga a verdade, não diga a verdade, diga o que lhe disseram para dizer, diga o que lhe apetecer», sublinhou, em declarações à Agência Lusa.
Para o ex-Bastonário da Ordem dos Advogados, «a única novidade é que o arguido está a depor». Mas, as declarações até agora proferidas são «factos reafirmados numa determinada versão que constam do processo e foram investigados exaustivamente», disse.
«O Dr. Paulo Portas respondeu cinco ou seis vezes, mas, se foram necessárias mais explicações, está, como sempre disse, e como é seu dever, à disposição dos juizes», recordou.
«Daquilo que temos ouvido, só temos de ver se não está já tudo, como parece, inserido no processo», concluiu, sublinhando que o ministro da Defesa é testemunha no processo e não arguido e que as suas versões dos acontecimentos «estão inseridas nos autos».


::: posted by Sandra at quarta-feira, abril 23, 2003


 
PR DEFENDE CONQUISTA DE NOVOS MERCADOS
Presidente da República apela à inovação
O Presidente da República apelou ontem às empresas portuguesas para que tentem conquistar novos mercados internacionais, através de produtos inovadores e estratégias de comercialização mais agressivas.
Defendendo um reforço das parcerias, Jorge Sampaio afirmou na Marinha Grande, no âmbito das Jornadas da Inovação, que um dos problemas estruturais do País deve-se à falta de ousadia e de diálogo interno.
Jorge Sampaio considerou fundamental o reforço das parcerias e alianças dos empresários em sectores estratégicos nacionais para aumentar competitividade portuguesa nos mercados externos.
«É uma conversa permanente de norte a sul do País que as pessoas fazem excelentes produtos e depois não os conseguem meter nas redes de comercialização porque o vizinho não fala com o vizinho», alertou Jorge Sampaio.


::: posted by Sandra at quarta-feira, abril 23, 2003


 
ESCOLAS FIXAM PROPINAS
Ministro da Ciência e do Ensino Superior, Pedro Lynce, desvaloriza críticas dos reitores
As propinas para o ensino superior vão ser fixadas por cada escola, variando de curso para curso, até ao máximo de 77 euros mensais, segundo a proposta anunciada ontem pelo ministro da Ciência e do Ensino Superior, Pedro Lynce.
Reitores e presidentes dos politécnicos já contestaram aquela proposta, mas o ministro desvalorizou as criticas, afirmando que o assunto ainda não foi debatido nos Conselhos de Reitores e dos Politécnicos «Isso é provavelmente a posição de A ou B. É hoje que apresento o documento, não sei como é que já há uma posição colectiva desses órgãos», disse Pedro Lynce numa conferência de imprensa na sede do seu ministério, em Lisboa.
Pedro Lynce adiantou que a actual propina (de 356 euros anuais) terá um valor mínimo, ainda não definido, e um valor máximo de 770 euros anuais, podendo ser diferente de curso para curso, dentro da mesma instituição.
«É perfeitamente natural que hajam cursos cuja qualidade em determinadas instituições com determinado grau, antiguidade e corpo docente, tenha em termos de comparticipação das famílias uma situação diferenciada», afirmou.
ESCOLAS PROFISIONAIS
Cerca de 10 mil jovens ficaram este ano privados de frequentar cursos profissionais por falta de vagas nas escolas devido ao limite no financiamento imposto pelo Governo, segundo um estudo ontem divulgado.
No ano lectivo de 2002/2003 foram apenas admitidos 45 por cento dos candidatos aos diversos cursos profissionais. A situação tem vindo a piorar já que no ano anterior a percentagem de admitidos situava-se nos 48 por cento e em 2000/2001 em 54 por cento.
O Governo financia um número limitado de turmas por escola em cada ano, obrigando os estabelecimentos de ensino profissional a restringir a oferta, deixando muitos alunos de fora.
Até 2006 estas escolas são financiadas pelo Fundo Social Europeu, através do Quadro Comunitário de Apoio (57,5 por cento) e do Orçamento do Estado (42,5 por cento).
O trabalho hoje apresentado em conferência de imprensa pela Associação Nacional do Ensino Profissional (ANESPO) revela que há um grande número de jovens que não pode matricular-se nas 165 escolas profissionais espalhadas pelo país, após ter realizado a sua pré- inscrição.
Joaquim Azevedo, coordenador do estudo desenvolvido pela Fundação Manuel Leão e que exerceu o cargo de secretário de Estado do Ensino Básico e Secundário em 1992, refere que os cursos profissionais, que este ano lectivo receberam 29.785 alunos, poderiam evoluir entre 2003 e 2007 para 50 mil jovens.


::: posted by Sandra at quarta-feira, abril 23, 2003


 
HOSPITAIS EM BAGDAD SEM CONDIÇÕES
Mortos são enterrados junto das instalações hospitalares
As condições de higiene estão a deteriorar-se nos hospitais de Bagdad, que estão numa situação crítica, declarou ontem a associação humanitária francesa Premiére Urgence (Primeira Emergência), que inspeccionou os 30 principais hospitais da capital iraquiana.
Além dos danos devidos à guerra e às pilhagens e da ausência de uma parte do seu pessoal, os cuidados prestados aos doentes e aos feridos complicam-se devido à acumulação de lixo e à degradação das condições de higiene, segundo a associação.
Alguns hospitais vêem-se obrigados a enterrar os mortos no quintal das instalações e os ratos começaram a aparecer em alguns edifícios, indicou a organização não-governamental.
De acordo com a mesma, dois dos 30 hospitais ainda estão encerrados, uns foram directa ou indirectamente atingidos pelos ataques norte-americanos
Comissão desbloqueou 10 milhões para ajuda humanitária

UE APOIA IRAQUE
Comissão desbloqueou 10 milhões para ajuda humanitária
A ajuda concedida pela União Europeia visa responder a necessidades médicas urgentes em cidades iraquianas, como Bagdad e Bassorá
A Comissão Europeia aprovou a atribuição de 10 milhões de euros em ajuda humanitária de emergência para o Iraque, que será enviada ainda esta semana pela Força Aérea belga, foi ontem anunciado em Bruxelas.
A verba visa responder a necessidades médicas urgentes em cidades como Bagdad e Bassorá, estando a ser preparada também a transferência, para países da região ou da União Europeia (UE), de doentes que não possam ser tratados em hospitais iraquianos.
O fornecimento de energia e de água aos hospitais é uma das principais prioridades do apoio dado por Bruxelas, a par do fornecimento de equipamentos e produtos como oxigénio líquido e analgésicos. O fundo de 10 milhões de euros faz parte de um pacote global de 100 milhões de euros de ajuda humanitária ao Iraque anunciado em Março pelos Quinze, que se associaram a várias organizações não governamentais a operar no terreno.
Os EUA anunciaram ontem uma doação suplementar de quase 36,9 milhões de dólares (o mesmo valor em euros) ao Comité Internacional da Cruz Vermelha (CICV). Desse total, 10 milhões são destinados a operações humanitárias no Iraque.

XIITAS MANIFESTAM-SE EM BAGDAD
Centenas de xiitas exigem libertação de dirigente religioso
Centenas de xiitas concentraram-se ontem manhã frente ao hotel Palestina, pelo segundo dia consecutivo, para exigir a libertação de um dirigente religioso e de cinco outras pessoas, alegadamente detidas pelas forças norte-americanas.
Os manifestantes gritavam palavras de ordem exigindo a libertação do sheik Mohammed Fartussi, que teria sido detido, com outros dois dignitários xiitas e três companheiros, na noite de domingo, na entrada sul da capital iraquiana.
«Queremos dizer à América, que afirma ter vindo para defender a liberdade, que se não o fixar (libertar Fartussi), vai ter de se haver com o povo iraquiano», disse o sheik Hussein al-Assadi.
Segundo os manifestantes, é desconhecido o local onde estaria detido o dirigente xiita cuja libertação é exigida. Na segunda-feira cerca de cinco mil manifestantes tinham exigido a libertação de Fartussi, acusando os Estados Unidos de o terem detido, o que foi negado pelas forças norte-americanas em Bagdad.
Os Estados Unidos asseguraram segunda-feira não estarem inquietos com as manifestações de xiitas iraquianos que exigiam a partida das forças norte-americanas, vendo mais nelas o sinal de uma liberdade de expressão

AS PRIMEIRAS PALAVRAS DE ORDEM
As primeiras palavras de ordem contra os norte-americanos foram ouvidas ontem durante a peregrinação xita de Karbala, onde milhares de fiéis gritaram também «não à ocupação e ao colonismo», não ao imperialismo», gritaram cerca de 3000 pessoas, repetindo as palavras de um dirigente religioso, na esplanada do mausoléu do imã Hussein.
«Se América ficar em nossa casa, sofrerá», ouviu-se ainda.

BOAS NOVAS - CESSAR-FOGO ACORDADO
Um cassar-fogo foi acordado entre as forças anglo-norte-americanas e os Mujaidines do povo, principal movimento da oposição armada iraquiana estacionada no Iraque, confirmou ontem o comando Central norte-americano no Quatar, CENTCOM. «A esta hora, um cessar-fogo já é efectivo», declarou o general Vincent Brooks, porta-voz do CENTCOM, segundo o qual «os elementos dos Mujaidines estão a ser transferidos paar locais que podem ser descritos como pontos de encontros». Os Mujaidines são militares «mas não têm formação de combate», precisou, adiantando, sem falar explicitamente de «rendição», que a operação está em curso, mas há ainda «trabalho para fazer».

UM GENRO DE SADDAM HUSSEIN, JAMAAL MUSTAFA ABDALLAH, FOI DETIDO PELAS FORÇAS ANGLO-AMERICANAS
A detenção foi ontem confirmada, pelo comando central norte-americano (CENTCOM) no Quatar. Será importante referir que Abdallah ocupa a quadragésima posição na lista norte-americana de responsáveis iraquianos mais procurados.
Jay Garner reúne com dirigente curdo

JAY GARNER REÚNE-SE COM DIRIGENTE CURDO
Desde 1991, que o Curdistão escapa ao governo de Bagdad
O administrador civil norte-americano do Iraque, general Jay Garner, avistou-se ontem em Suleimanyah, norte do país, com Jalal Talabani, chefe da União Patriótica do Curdistão (UPK), no seu primeiro contacto com um dirigente político iraquiano.
Garner, que entrou segunda-feira em Bagdad, deslocou-se ontem a Erbil, no Curdistão que escapava, desde 1991, ao controlo do governo central de Bagdad.
De Erbil, onde chegou a bordo de um C-130 de transporte de tropas, Jay Garner partiu de helicóptero para Suleimanyah, a fim de se avistar com Talabani, cujo partido, a par do Partido Democrático do Curdistão (PDK) de Massud Barzani, contra o Curdistão iraquiano.
O administrador norte-americano do Iraque, cujo principal objectivo é relançar os serviços básicos no país, deverá ainda deslocar-se a Mossul, a principal cidade do norte do Iraque.

QUEM DIRIA?
HANS BLIX DENUNCIA FALSIFICAÇÃO DE DOCUMENTOS
Colin Powell, secretário de Estado norte-americano, exibiu provas contra o Iraque «infundadas»
O chefe dos inspectores do desarmamento da ONU, Hans Blix, denunciou, numa entrevista difundida ontem pela rádio da BBC, a falsificação de documentos para justificar a guerra no Iraque.
«Foi perturbador verificar que uma parte importante dos documentos em que Washington e Londres se basearam para construir os seus "dossiers" (da luta contra o Iraque) era pouco sólida", disse Hans Blix na entrevista, que deverá ser difundida na íntegra, sábado, pela cadeia de televisão BBC2.
«Há exemplos flagrantes - relatou - Ouvimos falar de um contrato entre o Iraque e a Níger para a importação de 500 toneladas de urânio. No entanto, quando a AIEA (Agência Internacional de Energia Atómica) conseguiu obter o contrato não foi muito difícil descobrir que era falso, que tinha simplesmente sido falsificado».
«É muito, muito perturbador. Quem o falsificou? Não é inquietante verificar que os serviços de informação (norte-americanos e britânicos), que deveriam ter todos os meios técnicos à sua disposição, não descobriram que se tratava de um documento falso?», questionou.


DEPUTADO ACUSADO
O deputado trabalhista britânico George Galloway, que há alguns anos luta pelo levantamento das sanções contra o Iraque, terá recebido fundos do regime iraquiano, revela ontem o Daily Telegraph, citando documentos descobertos por um dos seus jornalistas em Bagdad. Galloway desmentiu categoricamente estas acusações através de um comunicado.
Segundo o Daily Telegraph, um memorando confidencial enviado pelo chefe dos serviços secretos iraquianos ao presidente Saddam Hussein mostra que Galloway solicitou uma fatia maior das exportações do Iraque em virtude do programa «petróleo por alimentos».
Uma carta enviada em Janeiro de 2000 a Saddam Hussein pelos serviços secretos revela que Galloway recebia 539.000 euros por ano.








::: posted by Sandra at quarta-feira, abril 23, 2003


 
"TESOUROS DAS SELVAGENS" ACESSÍVEL A TODOS
Na Madeira, a Secretaria Regional do Ambiente e Recursos Naturais inaugura, pelas 17:30, no Largo da Assembleia Legislativa, a exposição de fotografia de Manuel Nicolau sobre as ilhas Selvagens, intitulada "O Tesouro do Atlântico".
Uma colecção de 45 trabalhos e 10 painéis compõem a amostra, integrada na acção de promoção e divulgação das Selvagens a património Mundial Natural da UNESCO.
As fotografias, reunidas em sete viagens, retratam a fauna e a flora daquelas ilhas, juntamente com algumas paisagens da costa.
A exposição, patente neste local até ao dia 4, vai depois percorrer as escolas da Região, para dar a conhecer aos mais novos um pouco do subarquipélago.
A Cagarra, o Pintainho, o Calcamar e a Alma Negra são algumas das aves marinhas que habitam naquela Reserva. A Estreleira das Selvagens, o Limónio e a Urzela são plantas únicas em todo o Mundo, que podem ser vistas nesta colecção de fotografias.
As Selvagens passaram a reserva natural em 1971. Desde essa altura vários trabalhos científicos foram lá realizados e em 1992 recebeu o Diploma Europeu pelo Comité de Ministros do Conselho da Europa, como reconhecimento pelo trabalho desenvolvido naquelas ilhas.
Pareceu-me bem fazer referência ao meu arquipélago que, certamente, merece homenagem pelas suas nobres iniciativas!

VISITA ÀS SELVAGENS E EXERCÍCIOS EM ALTO MAR
O programa da deslocação do Presidente da República às Selvagens inclui dois exercícios militares, em alto mar
O Presidente da República, Jorge Sampaio, partirá, no final da tarde do próximo domingo, rumo às Ilhas Selvagens, a bordo da fragata "Corte Real", da Marinha.
A visita do Chefe de Estado ao território português mais ao Sul, coincide com a confirmação, pela UNESCO, da candidatura das Selvagens a Património Mundial.
Sampaio, será acompanhado, entre outros, pelo presidente do Governo Regional, Alberto João Jardim, e pelo secretário regional do Ambiente e Recursos Naturais, Manuel António Correia.
A viagem, entre a Madeira e a Selvagem Grande, será feita de noite, estando a chegada prevista para as 7 horas de segunda-feira.
A comitiva visitará a Reserva Natural da Selvagem Grande, sendo guiada pela directora do Parque Natural da Madeira, Susana Fontinha.
O início da viagem de regresso à Madeira está previsto para as 11 horas. Em alto mar realizam-se dois exercícios. O primeiro, o "Chalengex/Boardex", contará com a colaboração do Aviocar C-212, da Força Aérea e do navio-patrulha "Quanza".
Mais perto da Madeira, será realizado o exercício de busca e salvamento "Sarex", com a colaboração de um helicóptero Puma.
A fragata "Corte Real" deverá chegar ao porto do Funchal, perto da meia noite.




::: posted by Sandra at quarta-feira, abril 23, 2003



terça-feira, abril 22, 2003 :::
 
OPERAÇÃO PÁSCOA: MENOS MORTES NAS ESTRADAS

A Operação Páscoa da Brigada de Trânsito da GNR registou este ano menos mortos, menos feridos e menos acidentes que em igual período do ano passado.
Segundo os dados finais fornecidos pela GNR, entre as 24:00 do dia 17 (Sexta-Feira) e as 24:00 de 21 (segunda-Feira), período em que decorreu a Operação Páscoa, morreram 21 pessoas (menos sete que no ano passado), registando-se 57 feridos em estado grave (menos 20 que em 2002), em 1.459 acidentes , contra os 1.570 verificados na época de Páscoa do ano passado.
No último dia da Operação Páscoa registaram-se nas estradas portuguesas 247 acidentes dos quais resultaram cinco mortos, oito feridos graves e 82 feridos ligeiros. Comparativamente à Segunda-Feira de Páscoa de 2002 registaram-se menos 87 acidentes e menos dois mortos.
Durante os cinco dias da operação, a GNR disponibilizou 1.600 patrulhas e 3.200 efectivos por dia, enquanto a Brigada de Trânsito participou diariamente com 500 patrulhas e 1000 elementos.
Fonte: Agência Lusa


::: posted by Madalena at terça-feira, abril 22, 2003










Jornalismo e Comunicação

MyJazz

Agência Lusa

Gazetablog

Jornal EXPRESSO

Jornal PÚBLICO

Agência Reuters

Briefing
_______________

''O QUE ESTÁ ESCRITO...'' PORQUE É NA PALAVRA ESCRITA QUE TUDO SE PERPETUA, GRAVA E REGISTA!:)



Powered by Blogger